SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017
Colunistas
Siga-nos

Notícias

Foto: Cléverton Ribeiro - Ascom - TCE
Aracaju
05/01/2017 às 17:56:09

Médicos de Aracaju pedem ajuda do TCE para receberem o salário de dezembro

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), conselheiro Clóvis Barbosa de Melo, recebeu nesta quinta-feira, 5, representantes dos servidores da saúde municipal, que pediram ajuda na solução do pagamento dos salários do mês de dezembro pela Prefeitura de Aracaju. Sindicatos dos Médicos (Sindimed), Odontólogos (Sinodonto) e Psicólogos (Sinpsi) defendem que o bloqueio das contas municipais seja mantido caso não aconteça o pagamento até o quinto dia útil do mês, que cai nesta sexta-feira, 6.

 

As contas estão bloqueadas até o pagamento do 13° salário dos servidores que, de acordo com informação da Prefeitura de Aracaju, deve acontecer até dia 10 de janeiro. Confiantes de que a medida rendeu resultados, as categorias de médicos, odontólogos e psicólogos protocolaram na terça-feira, 2, um ofício pedindo um novo bloqueio relativo à falta de pagamento dos salários de dezembro.

 

“Infelizmente, este é o meio que conseguimos para receber o que está em atraso. Estamos em greve e isso prejudica a população do município e a nós. Não é uma situação agradável. Contamos com o Tribunal de Contas para resolver esta situação e para também conseguirmos a liberação de um calendário de pagamentos para antes do dia 20”, justificou João Augusto Oliveira, presidente do Sindimed. O sindicato tenta se reunir com o prefeito na tarde desta quinta-feira mesmo, para negociar o fim da greve e um calendário regressivo, assegurando que os pagamentos em atraso sejam feitos dentro do mês.

 

O presidente Clóvis Barbosa explicou que a nova possibilidade de bloqueio não tem ligação com o que já está em vigor e que aguarda o pagamento dos salários de dezembro para decidir sobre o novo bloqueio. Ele deixou claro que essa é uma medida para proteção do servidor.

 

“O prazo para o pagamento da folha de dezembro é esta sexta-feira e pode, sim, ocorrer novo bloqueio, diferente do que já existe por falta do pagamento do 13°. Já existe pedido dos sindicatos no sentido de que sejam bloqueadas as contas em caso de não pagamento até o quinto dia útil do mês”, disse, acrescentando que está aguardando reunir-se com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira.

 

“Ele ficou de vir conversar conosco a respeito da situação do município, mas, até o presente momento, essa conversa não aconteceu. Não há interesse do Tribunal em continuar com esse bloqueio, só devemos tomar esta decisão se, realmente, não houver por parte do município o cumprimento das suas obrigações com os servidores”, afirmou Clóvis Barbosa.


Fonte/Autor: Ascom - TCE

Deixe seu Comentário

Ainda não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Seu Nome:

Seu E-mail:  (Não será divulgado)

Comentários:
   Página de 11     ( Total de Registros: 102 )
Seja um repórter, envie sua notícia