SEXTA-FEIRA, 21 DE JULHO DE 2017
Colunistas
Siga-nos

Notícias

27/11/2016 às 20:58:41

Governo inaugura cadeia pública em Estância nesta segunda

Nesta segunda-feira, dia 28, o governador Jackson Barreto visita o município de Estância, no sul sergipano, para entregar a Cadeia Pública Tabelião Filadelfo Luiz da Costa e a Avenida Roberto Constâncio Vieira, via que servirá de acesso ao Poço Têxtil da região. Juntas, as obras totalizam um investimento de R$ 10.591.010. As solenidades têm início às 15 horas, no povoado Dizilena.

 

Com capacidade para abrigar 196 internos provisórios, a Cadeia Pública Tabelião Filadelfo Luiz da Costa é fruto da parceria entre governo do Estado e governo Federal, por meio do Ministério da Justiça. Foram investidos R$ 6.800.000,00, sendo R$ 3.459.118,10 oriundos do tesouro do Estado. A cadeia pública será a primeira do estado a disponibilizar um body scanner (escâner de corpo). O aparelho vai impedir a entrada de materiais ilícitos dentro da prisão e torna a revista mais confortável para visitantes. 

 

A unidade começa a funcionar ainda em novembro, em regime de cogestão com a empresa Reviver, que já atua no Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf).  Com 10.988 m², o prédio possui módulo coletivo de triagem com quatro celas para 24 internos; três celas para portadores de necessidades especiais e idosos, para 18 pessoas; módulo de permanência, com 24 celas para 144 internos; módulo individual, com 10 celas para 10 internos; duas suítes para visita íntima e posto de enfermagem com duas macas.

 

Sistema prisional

 

Além da Cadeia Territorial de Estância, a gestão estadual realiza a construção da Cadeia Territorial de Areia Branca, que terá capacidade para 390 internos provisórios. O investimento de R$ 10.565.316,96 é realizado em parceira com o governo federal. O Governo do Estado promoveu, ainda, a reforma e ampliação do Presídio Senador Leite Neto em Nossa Senhora da Glória. A unidade prisional abriu 24 vagas, com investimento de R$ 2.038.150,46.

 

Em novembro, a gestão estadual apresentou ao Ministro da Justiça, Alexandre de Morais, a proposta de demolição da antiga penitenciária de Areia Branca e a construção, em seu lugar, de duas novas unidades prisionais (uma para o regime semiaberto e outra para o regime fechado). Se a medida for efetivada, vai possibilitar a criação de 500 vagas em cada unidade, totalizando mil novas vagas. O Governo do Estado sugeriu que a construção das unidades seja realizada através da metodologia de construção do Sistema Verdi (módulos), que executaria as obras no prazo máximo de oito meses, com um custo por vaga construída de R$ 45 mil. 

 

O Sistema prisional sergipano é composto por sete unidades: Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho e Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, em Aracaju; Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto, em São Cristóvão; Cadeia Pública Territorial de Nossa Senhora de Socorro e Presídio Feminino, em Nossa Senhora do Socorro; Presídio Regional Senador Leite Neto, Nossa Senhora da Glória; Presídio Regional Juiz Manoel Barbosa de Souza, e Tobias Barreto.

 

Homenageado

 

O tabelião Filadelfo Luiz da Costa nasceu em Arauá, em 1941, e atuou profissionalmente em Estância. Iniciou suas funções em cartório trabalhando como escrevente compromissado. Após cursar contabilidade na Escola Técnica de Comércio da Estância, foi aprovado em concurso para tabelião, exercendo a função por quase 40 anos. Filadelfo faleceu em 2004.

 

Avenida

 

O governador Jackson Barreto inaugura, também, a Avenida Roberto Constâncio Vieira, via que servirá de acesso ao Poço Têxtil de Estância e à Companhia Industrial Têxtil (CIT). Orçada em R$ 3.791.010,26, a obra facilitará o transporte de mercadorias no município e a mobilidade de moradores que vivem na região. O polo têxtil de Estância dinamiza a economia local, gerando emprego e renda para o município e regiões vizinhas. Somente a Indústria Sergitex (do grupo paulista Rovach), que está em fase final de implantação, irá gerar 1.546 postos de trabalho, um investimento de R$ 157 milhões.

 

Com mais de 70 anos de empreendedorismo, o empresário Roberto Constâncio Vieira foi um dos maiores nomes do cenário empresarial de Sergipe. Foi diretor-presidente do Sistema Empresarial Constâncio Vieira, do qual fazem parte a Companhia de Refrigerantes do São Francisco (Ciresf), S/A Constâncio Vieira Indústria, Consórcio Têxtil de Acabamento S/A (CTA) e Companhia Alagoana de Refrigerante (CIAL). O empresário e faleceu em junho deste ano.

 

Fonte: ASN

 


Fonte/Autor: Foto: ASN

Deixe seu Comentário

Ainda não há comentários, seja o primeiro a comentar.

Seu Nome:

Seu E-mail:  (Não será divulgado)

Comentários:
  ( Total de Registros: 4 )
Seja um repórter, envie sua notícia